domingo, 23 de agosto de 2009

Sexo na web é traição ou não?

domingo, 23 de agosto de 2009
Por Simone Freitas

Praticado por homens e mulheres e ao contrário do que se possa pensar, talvez até mais por mulheres, já que são elas que carregam os maiores tabus do sexo e são ensinadas desde pequenas a encontrar o prinicipe encantado e não a transa perfeita, o sexo virtual é uma realidade, que pode trazer complicações.

A rede é uma porta aberta para a infidelidade conjugal. A traição virtual corre solta e tornou-se um passatempo da moda com conduta socialmente aceita. Para muitas pessoas traição virtual é um conceito individual e, teclar com outras pessoas nem caracteriza traição. Para elas pode ser fetiche ou descontentamento com a relação atual.

Todos nós quando entramos num relacionamento queremos ser especiais e únicos. Nos interessamos por aquela pessoa porque inconscientemente ela tem algo que nos falta. Por isso, o casal precisa conversar e deixar claro o que é especial e as regras. O que é normal para um, pode não ser para o outro.

O que encanta o internauta é o anonimato. O mistério. A fantasia. As infinitas possibilidades de dar asas à imaginação. É possível criar um vínculo emocional com a pessoa mesmo que o encontro real nunca aconteça. Afinal, manter uma relação em segredo, trocar intimidades e fazer sexo virtual configura traição?

Muitos relacionamentos chegaram ao fim com a descoberta de perfis em sites de relacionamento ou quando o Messenger passou a estar bloqueado. A desconfiança mina a relação. Lentamente, a mágoa, as mentiras e o desgosto fazem com que a pessoa passe a se desinteressar pelo par amoroso. O mais curioso é que quem se envolve virtualmente com outras pessoas acredita que não está fazendo nada errado. Já os parceiros sentem-se traídos, mesmo que o contato físico não tenha ocorrido. Como confiar em alguém que divide o seu tempo, o seu afeto e a sua intimidade com outra pessoa? Até porque, raramente, alguém entra nos chats para dizer que está feliz com a pessoa amada. Em geral, ela se diz carente, que o par não a satisfaz sexualmente, que a vida a dois anda monótona e assim por diante…

Muitos internautas entram noite à dentro navegando nesse mar sem fronteiras. Outros chegam a perder a noção do tempo e chegam a ter no Messenger mais de 500 contatos. Os amigos, a família e conhecidos do mundo real são substituídos pelo mundo virtual. Passa a valer o que está escrito e toda a sedução que pode ser vista através de uma webcam. No anonimato de um nickname é possível extravasar a libido e até deixar um casamento de longa data naufragar. É que existe uma linha tênue entre o imaginário e o real. Um simples bate-papo pode acabar na cama e até na troca de cidade ou país.

Depoimentos de pessoas reais

Aline, 36 anos, produtora de moda, colocou fim ao casamento de nove anos, quando flagrou o marido nu, sem aliança, praticando sexo virtual com outra mulher. “Fiquei com nojo da cara dele”, diz. “Eu passei a desconfiar quando ele bloqueou a senha do Messenger. Era uma questão de tempo”. Hoje diz estar feliz ao lado de outra pessoa. “Neste novo relacionamento conversamos muito sobre o assunto e, inclusive, utilizamos a internet basicamente para assuntos de trabalho”.
João Carlos, 45 anos, bancário, passou por situação semelhante. Nos últimos tempos recebia telefonemas e emails falsos onde era chamado de corno virtual.Com a ajuda de um técnico em computação montou uma estratégia e acabou pegando a mulher e o amante na saída de um motel. “O comportamento dela andava diferente. O histórico do navegador estava sempre limpo. Ficou mais safada na cama e comprou lingerie nova dizendo que era para me agradar. Virava a tela do monitor enquanto eu assistia tv. Apareceu com uma webcam dizendo que ganhou de uma amiga – que confirmou a mentira. Em várias ocasiões ela sorria sozinha e sem motivo, com a cabeça nas nuvens. O técnico descobriu uma pasta com várias fotos, nua. Mesmo com tudo isso, nunca desconfiei da safada”, desabafa.

Neste mundo virtual onde um não sabe o que o outro está fazendo, quem esta diante da tela sente sua privacidade invadida. A tristeza invade o coração de quem jura que está sendo traído.
Será que o amor consegue sobreviver a este mundo novo?
O caminho meus amigos continua sendo o mesmo “A verdade no limite da verdade”

O que você acha?


beijos

9 comentários:

Rere disse...

assunto polemico
eu acho que tanto o homem ou a mulher podem ir pra net tipo olhar videos para se exitar...agora fazer sexo virtual acho falta de respeito com o companheiro.
Acho que todo casal tem que ter cumplicidade se ambos concordam dai sim....mas como ainda mtos casal tem medo de se abrirem e contarem suas fantasias acabam fazendo escondindo e quando uma das partes descobrem dai pode ser um ponto que nao tem mais volta
acho que o melhor é jogar limpo sempre.
bjo meninas

Uma Pulga em desesperO disse...

Com toda a certeza é uma traição sim. É uma total falta de respeito com o(a) parceiro(a)ter intimidade com outra pessoa mesmo que seja virtualmente. É ridículo, se não esta feliz no relacionamento, termine.

Ótimo assunto. Bju!

Marcia Paula disse...

É claro que é traição.Tão grave quanto outra qualquer.Beijos.

Astridy disse...

Oi.
Eu acho a net uma coisa maravilhosa para a nossa vida. Mas certamente ela vai acabar com muitos casamentos. A galera pode negar, mas o sexo rola mesmo e as pessoas não estão nem ai se quem está do outro lado é casado ou solteiro. Acho que depende de cada cabeça.
Do jeito que a coisa esta indo a instituição do casamento esta perdida. Mas é como diz aquela frase, " Dente e chifre só doem quando nascem."
Beijos

Ticinha disse...

Falar serio viu, se é traição o trem ta osso então. Eu constumo apenas falar umas bobagens no msn. Mas acho que minha namorada me trai, sempre apaga o historico de navegação.

Astridy disse...

Não devemos julgar ninguém, mas quem apaga historico de navegação esta escondendo alguma coisa.
Quem tem duvida sobre como o sexo rola na net, entre numa sala de bate papo e dê uma conferida. Pessoalmente me retirei delicadamente. Respeito a individualidade de cada um. Mas pra mim, sexo tem que ser feito a dois ( olho no olho )
Seja no msn ou nas salas. Rola e rola grande!
P.S: Apenas respondendo. Falei sério mesmo! Rs.
Abraços!

Eli disse...

Bem, primeiro quero dizer que adorei esse blog, já estou postando no meu blog também e espero uma vistinha também! Quanto a traição na net, é um assunto bem complexo, delicado, mas eu sou um exemplo de uma pessoa que teve um namoro acabado por causa da internet... foi terrível! era traída descaradamente, mas foi sofrido para ambas as partes. Não confio em homem normalmente, rs...na net então... rs... é pra desconfiar sim, mas e não estou generalizando também. Vou adicionar vcs no meu blog, AMEI!
kisses.. bye!!
Eli

Moderador disse...

Adorei,o blog de vocês gatas!

bejumiliga. .. volto aki heeim

;D

Dela para elas disse...

No dia 07/09 no programa do JÔ, teve uma entrevista fantástica com o psicoterapeuta e escritor Flavio Gikovate e uma das questões abordadas foi sobre sexo virtual ser ou não traição. Vejam a resposta dele neste vídeo.

http://www.youtube.com/watch?v=4yPSsPuBRRc

Blog Widget by LinkWithin
 
Provei e Gostei © 2008. Design by Pocket