sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Leitora do blog - Com a pulga atrás da orelha!

sexta-feira, 30 de outubro de 2009
Texto da Eduarda Leitora do blog opiniem também!

Ola meninas tudo bem?

Então a situação e dúvida em questão é a seguinte:

Tenho algumas amigas assumidamente lésbicas. Já nem quero falar de bisexuais porque parece uma nova pandemia do século XXI, é só passear pelo Hi5 e ver que a maioria das jovens se assumem todas como bis. Eu gosto muito das minhas amigas lésbicas mas ainda não me conseguiram explicar algumas coisas que não consigo mesmo compreender.

Eu suponho que estas senhoras tenham uma certa adversão ao sexo masculino seja em termos de sexo, do corpo, mente, etc. Por isso não consigo perceber como algumas são tão masculinas! Porra se se sentem atraída por mulheres, deveriam sentir-se atraído pelas mulheres mais femininas e sensuais, certo? Então porquê algumas fazerem verdadeiramente de homem? Há aqui uma no trabalho que só veste calças de ganga de homem (vá lá que esta estação até vai ficar in), camisa de homem, penteado de homem e com um lenço ao pescoço para dentro da camisa mesmo a homem. Desculpem, mas se amam mulheres, não amem mulheres que mais parecem homens!

Algumas dizem-me que os homens não lhe proporcionam prazer, que são uns egoístas, etc. Que as mulheres são mais delicadas, preocupadas em dar prazer à parceira, etc. Nem todos os homens são assim, mas isto não vem ao caso. Agora pergunto-me porque é que os objetos prediletos delas são objetos fálicos? Não repudiaram tudo o que é relativo ao sexo masculino? E não me digam que hoje não é preciso um homem para nada, porque eu não concordo, e que seja direta ou indiretamente (nosso ou outro qualquer) é sempre preciso um homem!
Não tenho nada contra elas, e dou-me muito bem com algumas delas, a sério, mas acho que há aqui algumas incongruências, ou serei só eu a pensar isso?

8 comentários:

Charmoso disse...

Ora aí está uma bela duma questão!

Uma Pulga em desesperO disse...

Faz sentido. Realmente agir como um homem não faz com que elas demonstrem repulsa a eles e sim "admiração", sei lá. Bom findi. Tem selinho pra você la. Bjuuu

Feiticeira Caliente disse...

ta uma coisa que também nao entendo...

Jake disse...

eu nao entendo pq muitas tem tendencia a se tornarem masculas pra seduzir outras mulheres.
Eu nao sou lesbica nem bi, mas acho muito mais bonito ver duas femininas do que uma estilo macho toda desengonçada.

Zá (ou não) disse...

Humm, há muitas coisas a se desenvolver aqui, acho que meu comentário vai ser longo, mas vou tentar esclarecer tudo, dentro do q eu conheço e vivo...
A primeira coisa q acho importante dizer é o seguinte: Qm define o que é ser masculino ou feminino? Usar maquiagem, vestido, cabelo comprido e roupas justas é um estereótipo feminino construído pela sociedade, e q nem todas as mulheres, sejam elas hétero, homo ou bi, se sentem a vontade. Eu sou lésbica e absolutamente feminina, e minha irmã, hétero, veste calças largas, tem o cabelo mais curto q o meu, e passa longe de rímel e blush, q eu adoro.
Recentemente, foi feita uma pesquisa por psicólogos de um centro federal, e constataram q mais de 80 % das mulheres não se sentem a vontade com os “assessórios de feminilidade” q a sociedade às impõe, como saltos ou decotes, e algumas usam porque é a única forma de se “encaixarem” socialmente, conseguirem respeito, status social, emprego, relacionamentos e viver de acordo com o status quo.
Com tudo isso qro colocar o seguinte: Não faz sentido definir q qm usa calça larga, cabelo curto ou camisetão é “masculina”, pq essa é uma forma confortável de se vestir, e além do mais, se você se mostra com roupas justas e maquiagem, torna-se um alvo fácil de cantadas imundas e piadinhas de homens, enquanto q se está escondida dentro de uma roupa mais larga ou de uma cara limpa, é como se fosse invisível aos olhos deles, o q evita muitos problemas ou inconveniências.
Definir que um assessório ou um cabelão e ser mais ou menos mulher é machista e injusto. É como dizer que se você não tem grana, não pode frequentar teatro, ou se você tem cabelo duro ou é gordinha, é feia ou não sabe fazer sexo. É o mesmo preconceito contra negros, pobres, gordos.
Do lado oposto dessa história, há sim mulheres q são lésbicas e assumem um comportamento masculino, pq acreditam q, por gostarem de mulher, precisam comportar-se de forma machista. Mais uma vez, uma imposição social, de heteronormatizar tudo, até as relações homossexuais.
Há aquela velha pergunta qdo se vê duas mulheres juntas: “quem é o homem?”
E aí é q está: não há homem, são duas mulheres se relacionando. Não é necessário definir quem paga a conta, quem come, quem dá, quem dirige o carro ou quem lava a louça. Mas da mesma forma q isso não deveria existir entre casais heterossexuais.
É uma herança machista definir papeis femininos e masculinos, coisa de mulher e coisa de homem, e como vivemos em uma sociedade machista, isso acaba envolvendo todas as relações, sejam elas afetivo-sexuais, profissionais, familiares.
E mais uma coisa: é um erro pensar as mulheres são mais macias, mais fáceis de lidar, ou criar uma expectativa. Mulheres têm tantos problemas qto os homens, são infiéis, ciumentas, mentem, podem ser egoístas durante o sexo, porque são pessoas, diferentes umas das outras, passíveis de erros, tem problemas de caráter, dias ruins. Há mulheres maravilhosas, como há muita mulher filha da puta. Como a Eduarda diz dos homens, q nem todos são assim.
Ser lésbica não é repudiar o sexo masculino, mas não sentir atração afetivo-sexual por ele. Mulheres heterossexuais odeiam outras mulheres? Acho que a resposta é não. Não odeio homens, mas na hora de fazer sexo, ou de ter um relacionamento, eles não me atraem, não me dão tesão, não sinto amor, vontade de cuidar, de estar perto, coisas q sinto pelas mulheres em um namoro.

Zá (ou não) disse...

Continuando...

Não entendi a parte de “atração por objetos fálicos”. Mas de qqr forma, acho que pode estar falando de uso de vibradores ou outros objetos sexuais com formato cilíndrico... Humm, se usar um vibrador, ou um pênis de borracha, não vem com um homem junto, não vem seu cérebro, sua voz, seu corpo, seus pelos, seu suor em cima de mim, nem seus gemidos guturais que eu TANTO ODEIO. Há uma mulher, seus seios, seu corpo lindo, seu sussurro macio no meu ouvido, e o objeto sexual só preenche um espaço vazio, encaixar na sua anatomia. Não é um homem, é só um objeto que encaixa e dá prazer.
Qto a precisar de homens? Me viro bem sem eles, mas numa vida em sociedade, eles cumprem seu papel. São necessários, no mínimo, para manutenção da vida da espécie. E outras coisas, mas que não me fazem falta. kkkk
Pra terminar, respondendo ao comentário da Jake aqui em cima, de q é “mto mais bonito ver duas femininas do q uma estilo macho toda desengonçada”, eu pergunto: vc não gosta de mulher, não tem nada a ver com a relação alheia, e pq tem q se importar com serem ou não femininas? Qd vc fica com alguém, é pra exibir sua relação aos outros ou para sua satisfação pessoal? Só teve namorados q sua família e seus amigos aprovassem? Só namorou bonitões q causariam inveja nas outras ao redor?
Se a resposta for sim, acho q precisa rever seus conceitos de relacionamento, e se a resposta for não, então a recíproca vale para os casais lesbicos q não são de feminina+feminina.

ruth disse...

eu tenho amigas sapatas que parecem homens mas na verdade elas dizem que nasceram assim se sentindo macho nao é um estilo imposto e que se tivessem grana pra mudar de sexo assim o faria.

Tulipa disse...

Concordo um pouco com a Zá (ou não).
Gente! Pelo amore... não há regras nesta coisa de amar. E parem com isso que a vida não é filme, as pessoas não se juntam (quero crer que não) para fazerem bonito para a sociedade. Garotas que gostam de garotas podem de repente aderir a um visual mais masculino, por se identificar de alguma forma com o universo masculino, ou não sentirem necessidade disso, e seguirem por aí de salto alto e unhão vermelho e gostar garotas... Acho até legal... por que entre os homo, bi (e sei lá mais quantas denominações e pouco importa) há gostos diferentes como os heteros, haverão aquelas que são chegadas a mocinhas delicadas e outras a garotas mais, digamos, "machinhos" (sem qualquer ofensa, pelo amor de Deus!) e está tudo bem. Assim como homens ao irem atrás das femeas vão guiados por estes gostos, mulher que gosta de mulher faz o mesmo!
Homem é ótimo! Mulher é otimo! Gay é otimo! E todo mundo tem seu papel social e sua devida importância.
Sejamos felizes e deixemos os outros serem também.

Blog Widget by LinkWithin
 
Provei e Gostei © 2008. Design by Pocket